quarta-feira, 25 de janeiro de 2012








'estou cansada de sonhar, de desejar, de te querer e não te ter, de nunca saber se pensas ou não em mim, se à noite adormeces com saudades no peito ou te deitas com outras mulheres. Depois de todas as palavras e de todas as esperas, fiquei sem armas e sem forças. Sobra-me apenas a certeza de que ainda muito ficou por fazer ou dizer, que os sonhos nunca se perderam, apenas se gastaram com a erosão do tempo e do silêncio. agora resta-me aprender a respirar o ar que já não partilhamos, fingindo sorrisos e loucuras, vivendo mesmo sem querer viver.'




(quando quiseres, procura-me!)

2 comentários:

ângela cláudia disse...

já te encontrei!
vê se te arrebitas, o mundo não vai acabar e eu ainda estou aqui, incansável, preparada para te ajudar a segurar o teu mundo
te amo miguita forever* ♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥

p.s: sempre que te sentires em baixo, ouve esse grande som!

ângela cláudia disse...

mas este não é meu, e nem quero pensar muito nisso.